sons-of-raphael_what_the_france
Mai 31, 2021

Sons of Raphael | Uma entrevista exclusiva para What The France

Por ocasião do lançamento do seu novo álbum Full Throated Messianic Homage no dia 21 de Maio na editora francesa Because Music, a dupla de irmãos Sons of Raphael concedeu-nos uma entrevista exclusiva. Falam da sua relação, das suas referências e dos seus desejos para o futuro.

A história de Sons of Raphael está impregnada de mitologia e loucura; é uma história de anjos e demónios. Full Throated Messianic Homage é um hino em quatro partes sobre vida, morte, pecado, amor e ressurreição: canções para os mortos para salvar os vivos.

Interview

Como descreveria a vossa música em poucas palavras ?

Rock ‘n’ roll.

O que vos levou a decidir trabalhar em conjunto?

Este versículo do Livro dos Salmos: “Eis como é bom e agradável para os irmãos viverem juntos”.

Qual acha que é o papel de cada indivíduo da banda? Como se complementam um ao outro?

Dois são melhores do que um, o ferro afia o ferro, e um homem afia o outro.

O vosso primeiro álbum, Full Throated Messianic Homage, foi lançado a 21 de Maio de 2021. A que se refere este título?

 A que se refere este título?

Refere-se à entrada triunfal de Jesus. Este é um termo usado por especialistas ao debater se as palavras da multidão que testemunhou a entrada triunfal de Jesus no Evangelho segundo São Marcos, eram messiânicas. Esperamos que as palavras da multidão que nos irá saudar na nossa entrada triunfal no universo sejam messiânicas: Homenagem Messiânica Garganta Completa.

Full Throated Messianic Homage teve um processo criativo de sete anos, quais foram as principais etapas?

Estas etapas reflectem-se nos quatro capítulos em que as canções do nosso álbum estão divididas: uma revolta contra o tempo, espaço e história, uma humilde contribuição para o romance, a vida como mera plataforma para a morte e a ressurreição.

Como foi trabalhar com o falecido Philippe Zdar, um famoso músico e produtor francês considerado um dos pioneiros da French Touch?

Foi o melhor momento das nossas vidas. Originalmente só deveríamos trabalhar juntos durante duas semanas, mas devido à complexidade da mistura deste álbum,  transformou-se em dois meses. Podemos dividir a nossa vida em duas fases: antes e depois de conhecermos Zdar, ele ensinou-nos a viver.

De que artistas se inspiram para a vossa música?

Não ouvimos muita música, ambos gostamos de Elvis, mas os teólogos desempenham um papel maior na inspiração da nossa música.

Como vê a sua carreira e a sua música evoluir no futuro pós-pandémico?

Não se esqueça que as pessoas têm uma memória de curto prazo, já houve duas guerras mundiais e, apesar da terrível dor, a vida continuou. Não podemos prever o futuro, somos apenas instrumentos num enigma de concepção infinita, só podemos esperar continuar a criar as nossas canções.

WTF—Pochettes_rock_7
Genres

Rock around the Eiffel

Discover the latest rock hits made in France. Ouvir agora